PDA

View Full Version : Concessão VW Loures Automoveis - Pedido de ajuda


StoneH
22-01-2008, 18:07
Passados que estão 2 meses desde que o meu Polo teve necessidade de proceder à substituição do rolamento da roda esquerda dianteira, conto-vos a situação que deparei na oficina VW de nome Loures Automoveis.


1) No sentido de estar prevenido quanto à origem e custo da avaria que o carro apresentava (ruido em andamento), levei a minha viatura à dita concessão onde me foi diagnosticado um rolamento gripado ao que pedi orçamento para a sua substituição.

2) O dito orçamento foi-me apresentado com o valor de 200 euros.

3) A reparação que estava agendada para o dia 5 de Novembro de 2007 demorou 2 dias a concluir, sem prejuizo de maior.

4) No dia 5 de Novembro quando me dirigo à concessão para levantar a minha viatura após ter sido contactado notificando-me que a mesma se encontrava pronta, sou supreendido no momento do pagamento com uma factura de 370 Euros .

5) Pergunto qual a razão por tamanha diferença entre o valor do orçamento e o valor da factura, obtendo a "fabulosa" resposta:
- Esse orçamento não inclui o preço da peça nova.

6) Estupefacto pergunto ao funcionário se era eu que devia trazer a peça.


7) Pergunto ainda porque motivo não fui informado da descrepência de valores da obra aquando do contacto informando-me da conclusão da reparação ou mesmo antes de avançar com a mesma pedindo-me autorização para avançar com a mesma visto que o valor do orçamento era praticamento duplicado perante tal facto.

8 ) Não obtenho resposta.

9) Peço para falar com o chefe do pós-venda. Nem vale apena comentar a sua posição perante o caso.

10) Na altura por motivos de ordem pessoal, não tinha cabeça para solicitar o livro de reclamações .

11) Tendo pago o valor que me foi apresentado na factura, pergunto eu se passado este tempo tenho ainda forma e fundamento para apresentar queixa contra esta concessão?

NoBrakes
22-01-2008, 19:10
Stone, tens o orçamento por escrito??

se assim for, começa a reclamar com eles, seja concessão, SIVA, qq coisa, acho que meter advogados ao barulho seria um pouco demais, não pela intenção, mas pelo valor :roll: (eu sei que é dinheiro, mas penso que n justifique..... se tivesses um advogado amigo, isso sim era porreiro ;) )

StoneH
22-01-2008, 19:11
Stone, tens o orçamento por escrito??

se assim for, começa a reclamar com eles, seja concessão, SIVA, qq coisa, acho que meter advogados ao barulho seria um pouco demais, não pela intenção, mas pelo valor :roll: (eu sei que é dinheiro, mas penso que n justifique..... se tivesses um advogado amigo, isso sim era porreiro ;) )

tenho tudo documentado.

NoBrakes
22-01-2008, 19:18
Pondera apresentar reclamações às devidas entidades, à gerência da concessão, ao importador, VW europa, DECO, etc...

entretanto vou ver se faço chegar as informações que apresentaste à irmã de uma amiga que é advogada, para ver o que ela tem a dizer sobre o caso, assim que tiver alguma resposta, informo-te ;)

boa sorte com o desenrolar da situação

StoneH
22-01-2008, 19:20
Pondera apresentar reclamações às devidas entidades, à gerência da concessão, ao importador, VW europa, DECO, etc...

entretanto vou ver se faço chegar as informações que apresentaste à irmã de uma amiga que é advogada, para ver o que ela tem a dizer sobre o caso, assim que tiver alguma resposta, informo-te ;)

boa sorte com o desenrolar da situação

epá obrigado.

Marujo
22-01-2008, 19:52
Conforme diz o "Destravado", tens sempre a "faca e o queijo na mão", claro que tens de ter o primeiro orçamento, e a factura final!

:arrow: Atenção que o orçamento nem sempre é o preço final, tens de ler as letrinhas pequenas, pois há firmas que inclusive tens de pagar o orçamento!

:arrow: Estás no teu direito de pedir a qualquer momento o livro de reclamações, para relatares o sucedido.

:arrow: Aconselho-te a leres todas as instruções que constam tanto no orçamento como na factura final, creio que tens um prazo para reclamares.


Em todo o caso, aguarda que o Nobrakes te diga mais alguma coisa :wink:

Um abraço e boa sorte

RGM5
22-01-2008, 19:55
Bolas SH, isso não se faz. :evil:

1º Se tens o orçamento por escrito, não tens que pagar mais por isso, não faz sentido.

2º se tivessem reparado no erro do orçamento, teriam que assumir o erro, ou no mínimo contactavam antes de efectar a reparação.

3º Quando se pede um orçamento para reparar algo, tem que constar as peças necessárias para que fique em condições.

StoneH
22-01-2008, 20:34
O que tenho a nivel de documentos é a ordem de reparação com estimativa de custo de 200 euros e factura no valor de 343 Euros.

Quanto a prazos de reclamação tenho esta fonte



Quando posso requerer?


Os direitos de consumo, enquanto direitos disponíveis, estão sujeitos às regras da prescrição e da caducidade do Código Civil. O prazo geral de prescrição é de 20 anos, fixando a lei prazos especiais mais curtos, designadamente:

*
* cinco anos, para os créditos por fornecimento de electricidade e água e os relativos à utilização de televisão e telefones e a prémios de seguros;
* dois anos, para os créditos dos comerciantes pelos objectos vendidos a quem não seja comerciante; seis meses para os créditos de estabelecimentos relativos ao fornecimento de alojamento, comidas e bebidas.

O compromisso arbitral ou a cláusula compromissória quando, neste último caso ocorrer a notificação da parte que pretenda instaurar o litígio no tribunal arbitral à parte contrária, interrompem a prescrição.

É igualmente necessário estar atento aos prazos que estejam previstos em lei especial ou que as partes hajam estipulado em contrato para o exercício de determinados direitos, os quais caducam, extinguem-se, se não forem exercidos nesses prazos. A título meramente exemplificativo, refere-se que a denúncia de defeito de um bem móvel deve ser feita pelo consumidor no prazo de dois meses a contar da data do seu conhecimento; o período de garantia de bom funcionamento de um bem não pode ser inferior a dois anos, sem prejuízo de prazos mais favoráveis concedidos pelo vendedor. Quanto a Serviços, o prazo de garantia é de um ano, no que respeita à mão-de-obra, devendo os defeitos ser denunciados no prazo de 30 dias depois do seu descobrimento, mas as peças que tenham sido substituídas já gozam de uma garantia mínima de dois anos, vigorando o prazo de dois meses para denúncia dos defeitos, depois dos mesmos serem descobertos.

O consumidor, para além de ter que denunciar no prazo, deve, após a denúncia e no prazo de seis meses, recorrer a outras formas de resolução do seu conflito designadamente a tribunal arbitral, sob pena de perder os seus direitos e não ver satisfeitas as suas pretensões.

Nas vendas ao domicílio, a lei permite que o consumidor desista de realizar o negócio, desde que comunique essa intenção ao vendedor ou prestador de serviços, designadamente por carta registada com aviso de recepção. Essa comunicação, para ser válida, tem que ser feita nos 14 dias seguintes à celebração do contrato ou à assinatura da proposta ou nota de encomenda, ou à data de entrega dos bens, se tiver sido posterior.

Na venda de produtos defeituosos, o direito ao ressarcimento prescreve no prazo de três anos a contar da data em que o lesado teve ou deveria ter tido conhecimento do dano, do defeito e da identidade do produtor. Decorridos dez anos sobre a data em que o produtor pôs em circulação o produto causador do dano, caduca o direito ao ressarcimento, salvo se estiver pendente acção intentada pelo lesado
No que respeita aos direitos reais de habitação periódica, o adquirente pode resolver o respectivo contrato de aquisição, sem indicar o motivo e sem quaisquer encargos, no prazo de dez dias úteis a contar da data em que lhe for entregue o contrato de transmissão do direito real de habitação periódica.

Alguem tem outra fonte onde me possa documentar ?

SnowSkier
22-01-2008, 22:07
Pondera apresentar reclamações às devidas entidades, à gerência da concessão, ao importador, VW europa, DECO, etc...

entretanto vou ver se faço chegar as informações que apresentaste à irmã de uma amiga que é advogada, para ver o que ela tem a dizer sobre o caso, assim que tiver alguma resposta, informo-te ;)

boa sorte com o desenrolar da situação

Bem, eu sou associado da DECO e sei que, por experiência própria(e mais do que uma vez) em situações de irregularidades de pagamentos, sempre que falei no nome da DECO, a situação tomou logo um novo rumo. Ou seja, normalmente, quando dizemos que vamos apresentar queixa à DECO, os "tipos" mudam logo de atitude e, quem sabe, se fizeres o mesmo, apresentando a documentação à DECO, não seja possível obter algum retorno da quantia gasta! :roll:

Óbviamente que isso deve ser uma chatice! :evil: Se tivesse sido comigo eu passava-me de todo!! :evil:

Não sei se és associado da DECO mas, se és, aproveita! É para estas situações que eles servem! :roll:

Já me aconteceu uma vez numa oficina de uma marca, dizerem-me que era necessário mudar a junta da cabeça(de um outro carro que tive) e, antes de avançar, decidi apresentar o caso a uma outra oficina mas desta vez uma oficina comum. O mecânico desta, disse-me apenas que era um problema electrico de velas. Ou seja, o carro soluçava em andamento perdendo potência e desempenho e, de repente, recuperava tudo de novo! :shock: Ora, se eu tivesse apostado na oficina da marca, tinha gasto uma pipa de massa e o problema mantinha-se! Fui tratado como 5* e na oficina da marca seria como "abaixo de cão"! :evil:

Por isso, o que te fizeram é mesmo uma maldade!! :evil:

Eu reclamava até onde pudesse reclamar! :roll:

NoBrakes
22-01-2008, 22:48
Pondera apresentar reclamações às devidas entidades, à gerência da concessão, ao importador, VW europa, DECO, etc...

entretanto vou ver se faço chegar as informações que apresentaste à irmã de uma amiga que é advogada, para ver o que ela tem a dizer sobre o caso, assim que tiver alguma resposta, informo-te ;)

boa sorte com o desenrolar da situação

Bem, eu sou associado da DECO e sei que, por experiência própria(e mais do que uma vez) em situações de irregularidades de pagamentos, sempre que falei no nome da DECO, a situação tomou logo um novo rumo. Ou seja, normalmente, quando dizemos que vamos apresentar queixa à DECO, os "tipos" mudam logo de atitude e, quem sabe, se fizeres o mesmo, apresentando a documentação à DECO, não seja possível obter algum retorno da quantia gasta! :roll:

Óbviamente que isso deve ser uma chatice! :evil: Se tivesse sido comigo eu passava-me de todo!! :evil:

Não sei se és associado da DECO mas, se és, aproveita! É para estas situações que eles servem! :roll:

Já me aconteceu uma vez numa oficina de uma marca, dizerem-me que era necessário mudar a junta da cabeça(de um outro carro que tive) e, antes de avançar, decidi apresentar o caso a uma outra oficina mas desta vez uma oficina comum. O mecânico desta, disse-me apenas que era um problema electrico de velas. Ou seja, o carro soluçava em andamento perdendo potência e desempenho e, de repente, recuperava tudo de novo! :shock: Ora, se eu tivesse apostado na oficina da marca, tinha gasto uma pipa de massa e o problema mantinha-se! Fui tratado como 5* e na oficina da marca seria como "abaixo de cão"! :evil:

Por isso, o que te fizeram é mesmo uma maldade!! :evil:

Eu reclamava até onde pudesse reclamar! :roll:

exacto SS, exactamente por saber que normalmente basta mencionar a palavra DECO para o pessoal mudar radicalmente de atitude, é que a mencionei anteriormente. Subscrevo tudo o que foi dito no tópico, ainda hoje vou escrever o mail para tentar obter a resposta o mais rápido posssível ;)

Dierden
22-01-2008, 23:11
Fiquei completamente indignado com a tua situação. :shock: :shock:
Isto só tem um nome: burla!

Podes e deves reclamar à ASAE:

Autoridade de Segurança Alimentar e Económica
Av. Conde de Valbom, 98
1050-070 Lisboa
Tel 21 798 3600
Fax 21 798 3654
Email correio.asae@asae.pt

Há gabinetes em faculdades de Direito onde os pré-advogados te podem dar apoio jurídico gratuito.

Verifica se o teu município tem uma entidade de mediação de conflitos de consumo, normalmente são gabinetes na dependência da Câmara. Podes ainda reclamar á Direcção Geral do Consumidor ou à Anecra (http://www.anecra.pt/), que não deve gostar que os seus associados tenham este tipo de comportamento. A SIVA também deve interessar-se por assuntos destes.

Vê também mais info aqui: http://www.consumidor.pt/portal/page?_p ... oup=178445 (http://www.consumidor.pt/portal/page?_pageid=34,214034&_dad=portal&_schema=PORTAL&xeodp_channel_name=178445&menu_menuf=178445&inter_content_detail_qry=BOUI=205488&xeogq_xeodp_general_qry=channel_group=178445)


Se tudo falhar, reportagem no 24 horas, Correio da Manhã, no Nós por Cá da SIC, nas Tardes da Júlia e o diabo a sete! Sem troco é que não podes deixar esses gajos! PORRADA NELES!!!!

Trieste
22-01-2008, 23:51
Bem dito Dierden! Quem escreve assim não é gago.

Um dos males é que ninguém reclama, depois dá nestas situações.

StoneH
23-01-2008, 14:36
Para já reportei a situação à SIVA. Espero desenvolvimentos.

Em segunda instância tenho já outra em manga que vai de encontro ao que o Dierden sugeriu.

NoBrakes
23-01-2008, 16:22
Stone, aqui fica a resposta da irmã da amiga :P

Bom Dia,

Em primeiro lugar é preciso ter em atenção que um orçamento é um
cálculo, uma estimativa e não um valor exacto. No entanto deve ser o
mais próximo possível da realidade e englobar todos os factores que
são previssíveis.

A menos que de início se pensasse numa reparação em vez de
substítuição da peça em causa, esse custo (o da peça) não seria
previsível, pelo que não podia constar do Orçamento. Se por outro lado
se sabia desde inicio que era necessário substituir a peça, então o
custo da mesma devia constar do orçamento.

É preciso ver o que vem descriminado no orçamento inicial, o que está
escrito. Ver se se trata de um orçamento para a reparação do carro em
si ou se se trata de um orçamento da mão de obra para a reparação -
sendo apenas da mão de obra o valor da peça seria necessariamente pago
à parte, mas ainda assim o cliente devia ser alertado para esse facto.

Se estamos a falar da reparação do veículo e a mudança da peça era
previsível (ou se estas coisas foram dadas a entender ao cliente como
estando englobadas no orçamento) então parece-me que se trata de
responsabilidade pré contratual (a chamada "culpa in contrahendo").
Diz o Código Civil no art. 227º que:

ARTIGO 227º
(Culpa na formação dos contratos)

1. Quem negoceia com outrem para conclusão de um contrato deve, tanto
nos preliminares como na formação dele, proceder segundo as regras da
boa fé, sob pena de responder pelos danos que culposamente causar à
outra parte.



Se "o engano" do cliente é propositado para que este contrate, apesar
de o prestador do serviço saber desde inicio que o preço seria outro,
então estamos perante má fé do vendedor/prestador, o que nos termos
deste artigo pode implicar que o cliente seja ressarcido dos danos que
tenha tido.

Note-se que o acima exposto poderá ser útil para reclamar,
especialmente a Má Fé. Em termo de tribunal é praticamente impossível
de provar.

espero que possa ajudar em alguma coisa :roll:

StoneH
23-01-2008, 17:01
obrigado pela informação.

Contudo a patir de amanhã o processo estará em boas "mãos".

Se é que me entendem. :twisted:

NoBrakes
23-01-2008, 17:12
mais nada... toca a cair em cima deles... ainda por cima VAG's....... não curto nada Grupo VW :evil:

boa sorte :wink:

Dierden
23-01-2008, 20:48
PORRADA! PORRADA!!! lolol :lol:

Dá-lhes, Stone!

StoneH
23-01-2008, 20:50
PORRADA! PORRADA!!! lolol :lol:

Dá-lhes, Stone!

Epá, não é uma questão de não poder pagar (alias filo) mas não gosto de ser comido por parvo.

Dierden
23-01-2008, 20:54
Mai' nada! Enquanto não reagirmos a eles, vão continuar a pensar que podem fazer gato sapato dos consumidores.

É por estas e por outras que, quando tinha o Lancia, deixei de ir à Rodosul. A verdade é que não fui só eu a tomar esta decisão, pelo que sei o "tratamento" era aplicado a toda a gente. A verdade é que o concessionário e a oficina são uma pálida imagem daquilo que foram... Bem feita! :twisted:

Marujo
23-01-2008, 22:06
PORRADA! PORRADA!!! lolol :lol:

Dá-lhes, Stone!

Eh lá mais um membro :lol: 8) :wink:

SnowSkier
23-01-2008, 23:37
Reclamar é um direito que nos assiste! :wink:

3pelos
24-01-2008, 10:50
PORRADA! PORRADA!!! lolol :lol:

Dá-lhes, Stone!

Eh lá mais um membro :lol: 8) :wink:
Qualquer dia vamos de "cana" por alegadas suspeitas de sermos filiados do gang da ribeirinha :lol:

SnowSkier
24-01-2008, 13:07
Vcs devem fazer é parte do "clube da porrada"!! :lol:

Dierden
24-01-2008, 21:29
Quem é que não gosta de um bom arraial? :wink:

PORRADA!!!!

Marujo
24-01-2008, 21:34
Por falar em Porrada:

http://sorisomail.com/email/1503/socrat ... tress.html (http://sorisomail.com/email/1503/socrates-anti-stress-alivie-o-seu-stress.html)


Divirtam-se :wink:

Dierden
24-01-2008, 21:37
O Socras até fica amassado! :)))))

SnowSkier
24-01-2008, 22:27
Por falar em Porrada:

http://sorisomail.com/email/1503/socrat ... tress.html (http://sorisomail.com/email/1503/socrates-anti-stress-alivie-o-seu-stress.html)


Divirtam-se :wink:

Se fosse ao vivo tinha mais graça e aliviava o stress mais rápidamente! :twisted:

Marujo
25-01-2008, 09:26
Foi o que consegui arranjar :wink:

SnowSkier
25-01-2008, 11:08
Foi o que consegui arranjar :wink:

Se conseguisses trazê-lo em pessoa ao n/ encontro é que era... :lol: :lol:

Acho que o enchia de PORRADA!! :twisted: