Voltar   Clube MazdaPT > Nossos Modelos > Mazda323

Notificações

Mazda323 Proprietários partilhem experiências

Resposta
 
Opções Display
Antigo 11-04-2012, 14:31   #1
Cali
Novo Membro
 
Registo: 10-04-2012
Posts: 9


Predefinido Eu as minhas 'exclusividades' (323 F 1.6 BG - Bery Good)



Pensei em várias formas de me introduzir, e apresentar os meus Mazdas neste fórum. Mas estava sem saber muito bem como começar. Então lembrei-me dos pequenos pormenores que podiam fazer dos meus dois Mazdas ‘quase-vintage’ casos particulares, diferentes dos restantes. As tais “exclusividades”. E assim em jeito de brincadeira, vou-me armar em parvo e reclamar para mim os seguintes 3 titulos:

- Sou o unico gajo no país (quem sabe no planeta), que é dono, em simultaneo, de dois Mazdas destes.

- Tenho o ultimo 323F 1.6 BG que foi vendido novo, zero kms, no mundo.

- Tenho o MX-3 V6 a GPL com menos kms percorridos no planeta.

Não acreditam? Tá bem... primeiro eu conto as histórias, e depois vocês logo avaliam as hipoteses de eu estar a faltar á verdade.



Mazda 323 F 1.6 16v - 1994


Nos idos de 1996, final do ano, quis trocar de carro, e satisfazer um sonho: comprar um 323F, dos que levantam os olhinhos, usado . O antigo importador da Mazda, o Tasso de Sousa, tinha acabado de perder a concessão para a Mazda Portugal, e eu fui lá, perguntar se tinham algum, de serviço, ou de retoma, para me venderem. Não tinham, mas acabaram por me propôr uma coisa ainda melhor: um carro novo, zero kms, que estava arrumado na cave do stand, meio esquecido. Tinha sido herdado do stock do Tasso de Sousa, e retirado do stand quando saiu o novo modelo 323F 1.5 . Foi arrumado na cave, e lá ficou esquecido um par de anos. Assim, em Fevereiro de 1997 acabei por formalizar a compra do carro, com um desconto muito considerável no preço (preço de usado) e fui assim o ultimo gajo do planeta a comprar um carro destes, novo, 3 anos depois de ter sido fabricado (e deixado de fabricar), e dois anos após ter sido substituido por um modelo novo.
Actualmente tem 15 anos de serviços fiéis, com uma extraordinária fiabilidade, e cerca de 170.000 kms percorridos (nada se avaria, nada necessita de substituição, é fantástico). Tenho uma ligação sentimental com ele, há cerca de 5 anos que deixou de ser necessário para o meu dia-a-dia, mas não consigo vendê-lo, especialmente porque não me dá chatices nenhumas, só satisfação, e porque me ofende saber que no mercado não vale mais do que 1000 a 1500 €. Não sei quando mudarei de ideias, ou serei forçado a fazê-lo. Curiosamente, é este que eu mantenho-o na garagem, enquanto o outro, o MX-3 dorme cá fora. Pelo menos uma vez por semana lá faço alguns kms com ele, para matar saudades, e mantê-lo em forma.





Mazda MX-3 V6 – 1998

Em 2004, um dia esbarrei com este carro num stand de usados em Lisboa. Era outro dos Mazdas que eu admirava. Estava imaculado e o seu estado de conservação atraiu-me. Quando olhei para o preço fiquei pasmo: 10.000€ . Caiu-me o queixo ao chão quando vi que tinha apenas 30.000 kms, para 6 anos de idade. Conversei com a minha mulher, concordámos vender o velhinho e pequenino Ford Fiesta e comprar este. Era um achado! Fiz-lhe o devido rastreio, para garantir que ali não havia ‘gato’, e descobri que pertencera a uma senhora bem na vida, que o havia comprado porque lhe achara graça, mas depois o deixara quase sem uso na garagem, por ser um carro demasiado ‘masculino’ (leia-se “espartano, rijo de suspensão, posição de condução muito baixa”).
Foi entregue ao stand pelo preço que este pediu, sem negociações, e daí a venda posterior por um preço tão interessante.
O carro ficou em nome da minha mulher, mas fui eu que o conduzi durante 3 anos. Cerca de 6 meses depois de o comprar, instalei-lhe um sistema GPL (a melhor coisinha que podia ter feito, dado o que aconteceu ao preço do combustivel a partir daí), tinha ele ainda menos de 40.000 kms.
Nos ultimos 5 anos, e depois de eu ter adquirido para mim um Peugeot 406 coupé usado (mais um grande negócio que tive a sorte de encontrar), passou a minha mulher a andar com ele, apenas cerca de 5.000 kms por ano, e portanto agora, com 8 anos cá em casa, e 14 anos de existência, o MX-3 está com 102.000 kms, e continua a bombar, sem problemas, nem avarias, nem contratempos. Tambem já me passou pela cabeça vendê-lo, e arranjar um veiculo mais polivalente e consensual (já sou quarentão, e a minha mulher é ‘quarentinha’) , mas, de novo, o valor comercial do carro actualmente ofende-me, considerando o estado de conservação em que está, e o pouco uso que teve ao longo da sua vida. 2.500€ ??? E depois vou gastar mais 5.000€ para comprar uma anóníma e amorfa SW qualquer, com meia duzia de anos? Oooooh, dilema... ! O facto é que, pessoalmente já sinto alguma dificuldade em lidar com a suspensão rija, e com a posição de condução ao nivel do chão. Mas que o gajo dá uma pica do caraças, lá isso dá, e ainda vira muitas cabeças, á sua passagem. E o ronco do V6 nem dá vontade de ligar o rádio, que passa meses com o painel destacável escondido no porta-luvas.
Pronto, já vos contei ambas as histórias, agora vocês dirão se as minhas exclusividades são dignas do Guiness book ou não.
A verdade é que eu nunca apreciei os carros normais, vulgares, iguais aos que toda a gente tem, e que vemos passar ás duzias na rua. Isso leva que eu mantenha estes dois Mazdas durante todos estes anos, sem me cansar deles, porque de facto, além de optimos, são unicos.
Depois, e por ultimo (e desculpem-me todos os que eu potencialmente possa ofender ou incomodar), eu acho que os verdadeiros Mazdas, os tais que criaram e alimentaram a mística Mazda, terminaram com o fim do MX-3 em 1998, e a seguir, do Xedos, os ultimos dos modelos emblemáticos, originais e potencialmente irracionais, mas apaixonantes, que a marca fabricava por filosofia própria, e não por meros objectivos de caracter financeiro (e relembro, alem do MX-3 e do 323F, tambem o primeiro MX-5, o RX-7 e os Xedos 6 e 9 ) . A partir daí, e com a ligação á Ford, acho que os modelos foram-se descaracterizando, foram perdendo identidade e até fiabilidade. A fase “Ford” foi medonha, quase tudo era feio e técnicamente desinteressante (lembro o 121, irmão do Fiesta, o Demio, e a desgraça que fizeram á gama 323, e em particular ao 323F), e actualmente, apesar de terem melhorado muito e eu apreciar estéticamente a gama Mazda, já considero que são carros anónimos, vulgares, como os restantes (ressalvo as excepções topo de gama, como o RX-8, ou o CX-7, e o eterno MX-5).
Um dia vou ter que dizer adeus aos meus Mazdas. E esse, vai ser um dia muito triste. Carrego boa parte da história da minha vida, neles.

Cumprimentos Zoom-zoom !

Última edição de Cali : 11-04-2012 às 14:34
Cali está offline   Responder com citação
Antigo 13-06-2012, 16:18   #2
carlosvaz75
Novo Membro
 
Registo: 11-06-2012
Posts: 5


Predefinido

Gostei de ler... e gosto dos carros!
carlosvaz75 está offline   Responder com citação
Antigo 22-09-2017, 14:50   #3
Cali
Novo Membro
 
Registo: 10-04-2012
Posts: 9


Predefinido

Ena! Há tanto tempo que não vinha por cá. :-)
Espero que estejam todos bem, caros Mazdistas.
Há 5 anos escrevi este tópico, para me apresentar, e aos meus Mazdas.
Em 5 anos, muita água correu debaixo da ponte desta vida. O MX-3 ficou com a Ex (e ela já o vendeu). O 323F continua comigo, mas ... já não tenho condições para o manter mais tempo. Tenho adiado a decisão de lhe arranjar um novo lar, mas ... já não faz sentido mantê-lo. Desde o ano passado que já não tenho garagem, e ele dorme na rua. E nos ultimos 5 anos, fiz 10.000 kms com ele. Tem agora 181.000 kms. Continua a ser um carro muito fiável, nada avaria, mas precisa de carinho e algum tempo e dinheiro, porque nos ultimos anos não tenho investido nele.
Antes de o colocar no OLX, ou no Stand Virtual entendi vir aqui, ao clube MazdaPt, a ver se encontro alguem que o valorize de outra forma, e não apenas como "um chasso com 23 anos de idade". Vou carregar fotos daqui a pouco, e depois digam-me coisas. Eu não vou fazer preço para ele. Estou disposto a ouvir opiniões relativamente ao seu eventual valor, já que se trata de um modelo que está a desaparecer do mercado. Actualmente só encontrei dois á venda.
Cali está offline   Responder com citação
Antigo 22-09-2017, 15:10   #4
Cali
Novo Membro
 
Registo: 10-04-2012
Posts: 9


Predefinido

Aqui está ele:



Cali está offline   Responder com citação
Antigo 22-09-2017, 15:24   #5
Cali
Novo Membro
 
Registo: 10-04-2012
Posts: 9


Predefinido

Não entendam isto para já como um anuncio de venda. É uma prospecção prévia. Por isso é que não coloquei anuncio no sub-forum relativo ás vendas.
Preferia que, para já, pudesse ser um tópico de discussão sobre o carro, em que fosse possivel discutir o seu interesse ou valor enquanto pré-clássico, e enquanto exemplar japonês de uma geração de automóveis que ... já não existe: simples, robusto, fiável.

Estas são as suas caracteristicas e estado actual (e vou ser o mais sincero possivel) :

Ano de fabrico : 1994. Começou a rolar pela primeira vez em 1997.
Unico dono: eu.
181.000 kms e a precisar de uma revisão.
Sem ar condicionado (nunca teve).
Sem mossas, nem riscos.
Com o capot e o tejadilho a sofrerem de forma evidente os efeitos do sol (já levou um banho de tinta há cerca de 8 anos).
Correia de distribuição mudada há cerca de 5 anos, por volta dos 160.000 kms
Embraiagem ainda de origem, portanto... não esperem milagres.
Tudo a funcionar (tambem não tem muita coisa, convenhamos... :-D ).
Jantes perderam os tampões centrais ao longo do tempo. Eram de plastico, e os encaixes partiram.
Emissões de gases actualmente colocam-no perigosamente em risco nas inspecções. (Passa muito tempo parado. Dá uma voltinhas pequenas, não puxo por ele.)
Interior porreiro e estimado, embora o assento do condutor já manifeste o desgaste no assunto, mas não estão rotos. Tenho umas capas integrais, á medida, feitas com as medidas da Mazda, que neste momento estão retiradas. Estiveram a uso durante quase uma década, tirei-as para as lavar, mas acabei por não o fazer ainda.
Bateria a demonstrar alguma fraqueza, porque o carro só anda aí uma vez por semana, e ... percebem, certo ?
Cali está offline   Responder com citação
Antigo 22-09-2017, 15:38   #6
Cali
Novo Membro
 
Registo: 10-04-2012
Posts: 9


Predefinido

Gostava de conseguir editar o post que escrevi, mas não sei porquê, não consigo. Quando clico em "Edit" aparece-me uma box sem conteudo.
Sendo assim, tenho que fazer um post novo, para dizer que a correia de distribuição foi mudada há 6 ou 7 anos, e não há 5.

Como disse, gostaria de encontrar alguem que tivesse condições e conhecimentos para lhe dedicar tempo e voltar a devolver-lhe a glória. Não gostaria de o entregar a alguem pelo preço de um LCD de gama média só porque sim, e rebentarem com ele num instante, depois dele ter passado 20 anos a partilhar a minha vida e a ser bem tratado. Só nos ultimos dois anos é que lhe dediquei menos tempo e atenção, por contingências da vida.
Aguardo as vossas ideias, sugestões e eventualmente, propostas sem compromisso. :-)

Moro em Cacém, Sintra.
Cali está offline   Responder com citação
Antigo 25-09-2017, 22:43   #7
hugo mazda323f
Novo Membro
 
Registo: 25-10-2013
Posts: 2

O meu Carro

Predefinido

amigos gostaria de saber quem me pode ajudar com um problema que eu tenho no meu 323 f 1.6
hugo mazda323f está offline   Responder com citação
Resposta

« Anterior | Seguinte »
Opções
Display

Regras
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is Ligado
Smilies estão Ligado
[IMG] code está Ligado
Código HTML está Desligado

Saltar fórum


Hora GMT. São agora 06:42.


Powered by: vBulletin Version 3.8.4
Copyright ©2000 - 2017, Jelsoft Enterprises Ltd.
© Clube MazdaPT